quinta-feira, 3 de outubro de 2013

A chuva deleita a alma
como se nos fizesse
estremecer para uma nova vida...
Acorda-nos da ilusão
provocada pelo tempo,
que não para...
Traz-nos a inspiração
perdida,
dos dias em que o sol
atingira o zénite.
Traz mais poesia à vida!

Maria Vaz



Sem comentários:

Enviar um comentário