sábado, 11 de janeiro de 2014

Há coisas que as palavras não dizem,
que o interior sente
e que a lógica não deixa decifrar.
Há vazios de qualquer coisa esvoaçante
ou de um 'pequeno nada' agregador.
Incontente, resmungo,
na ausência de palavras.
Envolto-me na imensidão 
daquele silêncio que tudo faz perceber.
Liberto-me de tudo aquilo que é encenado
para encontrar o real.
Deixo-me sentir 
as marés de energias alheias e
fico anestesiada de pensar no que,
de tão perto, anda longe.
Há devaneios que precipitam a ousadia
de trazer à tona a carga mística 
que a razão teima em refutar.
Há dois lados que se cruzam.
Dois opostos que se integram.
E contemplo,eu,
este paradoxo que há em mim.

Maria Vaz





3 comentários:

  1. Contraste infindo entre o real e o sonho, a matéria e o etéreo... Num mundo pleno de dualidade, é natural que todo o Homem sinta esse paradoxo quando olha para dentro de si. Além do dual, a Unidade... Prelúdio de Eternidade? Por certo. Daí ter sentido um certo laivo de transcendência...
    Eis a visão de um humilde leitor ;)
    Beijos, fica bem.

    ResponderEliminar
  2. Uma interpretação interessante. :)
    Confesso que era mais do que o sonho e a matéria aquilo que tinha em mente. Chama-lhe intuição, se quiseres.
    A certeza intuitiva e ilógica, por um lado, e a razão, por outro.
    É complexo demais para o exprimir por outras palavras.

    Obrigada, Pedro!
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Bem, então acertei em cheio! eheheheh ;)
    A poesia tem destas coisas, bem o sabes... Costumo afirmar: mais do que a poesia quer que eu veje, importa apenas aquilo que eu nela vejo. E os poemas, além disso, são muitas vezes um espelho. Ou rio, se preferires. Quando nos debruçamos sobre eles não vemos o reflexo do autor, mas o nosso próprio reflexo. Creio que a minha interpretação tenha sido instigada por isso mesmo.
    Compreendo, sim, agora que exprimiste os dois contrários que querias caracterizar no poema. Seja como for, a minha (boa) opinião sobre o mesmo não se altera =)
    Beijos.

    ResponderEliminar