quarta-feira, 12 de março de 2014

Talvez a douta ignorância socrática não se remeta ao conhecimento.
De que vale um saber enciclopédico? Incompreensão?!
Talvez a razão seja a escuridão ao invés da luz.
Talvez a verdade seja o óbvio por detrás da aparência.
Felizes aqueles que sabem o que sentem com perfeita exactidão.
Felizes aqueles que se reconhecem e se libertam.

Maria Vaz








Sem comentários:

Enviar um comentário