domingo, 30 de novembro de 2014


A ousadia gritante de uma ironia que ecoa em mundos silenciosos, envoltos em sofismas e egos, que se avultam e se escondem em minudências ensurdecedoras.



Sem comentários:

Enviar um comentário