quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Aprender, aprendemos todos.
O problema é que temos
diferentes formas de ver e ouvir.
Ou de catalogar em gavetas analíticas.
Uns saberão tudo,
mas não conseguirão decompor
uma vírgula ou miragem.
Há quem consiga tudo com a razão,
porque é neutra e cede facilmente
a finalidades egoísticas.
Há quem não veja nada,
só por ter bom coração.
Há quem veja e coloque lentes cor-de-rosa.
E finja, finja... que vive na alienação.
Há quem jogue o tempo todo.
Há quem queira ser feliz
e não releve, não releve... até à leveza.

By Mary

Sem comentários:

Enviar um comentário